Ménage

– Mauro… Pega a guitarra. – disse Joana, os lábios quase tocando o ouvido do namorado. Era um pedido estranho, inesperado, mas fora um longo caminho até que fosse feito naquela situação.

Os dois se conheciam desde o colegial, mas fazia apenas alguns meses que estavam namorando. Mauro era um músico em início de carreira, que tocava toda semana em um pequeno bar no bairro boêmio da cidade, e que começava já a ganhar algum reconhecimento – consideravam-no a alma da sua banda; mesmo que não possuísse uma técnica muito apurada, tocava com grande vontade e sentimento, criando melodias e riffs de base sensuais e únicos. Era só plugar a guitarra e ficava como que tomado por um desejo quase carnal, que guiava seus movimentos pelo braço do instrumento mais do que acordes ou escalas. Todos acreditavam existir algum segredo na sua técnica, mas Mauro, tímido, se recusava a admitir que possuía qualquer qualidade especial.

Joana, no entanto, logo percebeu o que era. Demorou algum tempo até que pudesse afinal ir ao bar e ver o namorado tocar; quando finalmente o fez, ficou profundamente espantada com a performance – a forma como ele colocava a guitarra entre as pernas; os dedos deslizando suavamente pelo braço; o rosto contorcido de prazer… Joana sabia bem o que era tudo aquilo, pois já havia visto em outra situação: Mauro não estava apenas tocando guitarra; estava fazendo amor com ela.

Enjoada com a revelação, saiu apressada do local; não agüentava assistir àquela baixaria, ainda mais assim, na frente de todos. Evitou o namorado durante toda a semana seguinte, inventando todo tipo de desculpa forçada. Sentia-se traída; até entenderia, e talvez mesmo o perdoasse, se Mauro tivesse apenas sucumbido ao assédio de alguma fã mais insistente e decidida, mas fazer aquilo com um instrumento, um objeto… Era demais.

Voltou ao bar onde Mauro tocava durante a apresentação seguinte, disposta a acabar com tudo. Enquanto o assistia, no entanto, ao ver a forma como ele se movimentava e dominava o instrumento, subitamente percebeu o que de fato sentia – não era ciúmes de Mauro, mas inveja da guitarra. Aquele era ainda o mesmo instrumento com o qual ele aprendera a tocar; podia perceber as marcas da idade no seu corpo, nos riscos da pintura e no encordamento desajeitado. Estavam juntos antes de Joana aparecer, e provavelmente continuassem muito depois de ela ir embora. E, no fundo, o que realmente queria era ser aquela guitarra: afinal, era a ela que Mauro traía quando estava com Joana, e não o contrário.

A nova revelação pegou-a de surpresa durante o show, mas, ao fim da última música, quando Mauro veio falar com ela, Joana já sabia bem o que queria fazer.

– Disseram que você queria falar comigo. – ele disse, um pouco receoso após o gelo recebido durante a última semana. – Está tudo bem?

– Sim. Não é nada, não se preocupe. – ela respondeu, e beijou-o com mais vontade e paixão do que jamais fizera antes.

Mais tarde, naquela mesma noite, quando ambos estavam sozinhos no quarto dele, trocando carícias, abraços e beijos indiscretos, ela aproximou-se do seu ouvido e sussurrou:

– Mauro… Pega a guitarra. – ele se virou para ela, assustado; percebendo o espanto, Joana sorriu maliciosamente, e completou: – Vamos fazer isso a três hoje.

Anúncios

4 Responses to “Ménage”


  1. 1 rafaela 16/03/2009 às 01:18

    Toda sapeca essa Joana. 😛

  2. 2 daniela mendes 16/03/2009 às 20:03

    É o único tipo de poligamia que eu aceitaria, aliás, é a preferência!

  3. 3 rafaela 17/03/2009 às 00:11

    ahhaha
    eu não consigo imaginar uma homenagem a Fidel.
    pro Che tá mais fácil.

  4. 4 Casal ela bi Menage 28/04/2009 às 13:58

    Já fizemos algumas boas aventuras de Menage a Trois.
    E sempre aproveitamos bem os dotes dos nossos “convidados”
    Somos um Casal Liberal de São Paulo e curtimos muito o Menage a Trois.
    Temos perfil em: http://www.portalbl.com/luaesol


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Sob um céu de blues...

Categorias

Arquivos

@bschlatter

Estatísticas

  • 197,719 visitas

%d blogueiros gostam disto: