Vertigem

Tudo era movimento: as nuvens, a terra, o mundo. Passavam como vertigens, lá fora, enquanto ali dentro tudo era imóvel e estático. Via pelo outro lado do vidro, confortável, sem perceber a diferença. Até que parou – mas já não sabia onde estava, ou para onde ia.

Anúncios

0 Responses to “Vertigem”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Sob um céu de blues...

Categorias

Arquivos

@bschlatter

Estatísticas

  • 199,338 visitas

%d blogueiros gostam disto: