Derrubado Pelo Vento

As nuvens pareciam tão interessantes, vistas daquele ângulo. Era a única forma de vê-las na sua plenitude: caído, de frente, perdido em algum lugar entre si mesmo e o fim de tudo. Derrubado pelo vento ou o que for, enquanto tantos passavam em direção a algum lugar qualquer cada vez mais distante.

E não era assim que sempre acontecia? Parecia, enfim, chegar perto de alguém ou alguma coisa que o acompanhasse até aquele horizonte em fuga, mas de alguma forma acabava ficando para trás outra vez. Talvez nunca tivesse estado perto de alcançá-los – apenas quisesse estar. Podiam ser só miragens, sonhos, pensamentos… Soava tão plausível, agora.

Podia ser mesmo o seu destino, afinal: permanecer caído, parado, observando o céu que mudava sem qualquer interferência sua. E as nuvens pareciam tão interessantes, vistas assim.

Anúncios

0 Responses to “Derrubado Pelo Vento”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Sob um céu de blues...

Categorias

Arquivos

@bschlatter

Estatísticas

  • 199,338 visitas

%d blogueiros gostam disto: