Dixit

dixitCerto dia estava eu com alguns amigos em um bar, entre eles o Christopher Kastensmidt, da Bandeira do Elefante e da Arara, que em um dado momento se virou para gente e disse: “vamos jogar um jogo.” Puxou de algum lugar então uma caixa de Dixit… E estou apaixonado desde então.

Sério, não há como não se apaixonar pelo jogo, publicado no Brasil pela Galápagos Jogos, à primeira vista. As regras são simples, tornando-o perfeito para ser um “jogo de festas;” você apenas escolhe uma carta e a descreve para os outros jogadores, que devem adivinhar qual ela é entre outras cartas que eles próprios escolheram para confundir os demais. De acordo com quantos escolheram a carta correta ou as erradas, distribuem-se os pontos e se avança por uma trilha na própria caixa do jogo.

Vale tudo na hora de descrever as cartas: você pode dizer uma frase, fazer uma citação, uma mímica, cantar uma música… O importante é ter em mente que a sua descrição não deve ser muito óbvia, pois se todos os jogadores a adivinharem, você será penalizado; nem obscura demais, pois se nenhum deles acertar, também. O resultado lembra um pouco o Imagem & Ação, embora com uma dinâmica invertida – ao invés de adivinhar um desenho feito pelos outros, você parte do desenho, e deve fazê-los adivinhar corretamente.

A grande diferença, é claro, está nas cartas desenhadas pela ilustradora francesa Marie Cardouat. De ênfase no surrealismo, são todas feitas para despertar algum estalo de imaginação, fazendo-o realmente “viajar” na cena representada. Enfim, descrevê-las é parte do desafio do jogo, então acho que é melhor apenas dar alguns exemplos abaixo.

dixit-cartas

Lindas, não? A caixa básica vem com 84 cartas, e lá fora já existem um punhado de expansões com dezenas de novas imagens. Espero muito vê-las por aqui também, Galápagos!

Dixit é, pra resumir, um jogo muito criativo, elegante e cativante na sua simplicidade. A vitória não requer habilidade de cálculos complexos ou estratégias mirabolantes, mas apenas uma imaginação sem travas para observar e descrever as imagens das cartas. Como cada carta pode ser interpretada e descrita de inúmeras formas por jogadores diferentes (ou até o mesmo jogador), as variações de jogo são quase infinitas. E como a ênfase está no visual, sem termos ou números complexos preenchendo as peças, tanto crianças como adultos são capazes de entendê-lo e jogá-lo, e será um jogo divertido e inteligente em qualquer caso. Recomendo muito.

1 Response to “Dixit”


  1. 1 Ana Carolina Silveira 06/07/2014 às 14:10

    Ando apaixonada por esse jogo, além de artisticamente lindo é muito divertido, além de não demandar um dia inteiro para jogar


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Sob um céu de blues...

Categorias

Arquivos

@bschlatter

Estatísticas

  • 193,078 visitas

%d blogueiros gostam disto: