Uva

Nasceu presa, entre milhares de iguais; para onde quer que virasse havia apenas aquele sufocante mar de semelhança. Mal havia espaço para se mover, quando muito para ser diferente, e assim foi durante os primeiros meses de vida. Até que finalmente a libertam: uma mão salvadora a resgatou e levou-a, solta, até o seu lugar ao sol, onde poderia ser única e especial. E então, quando finalmente livre, secou.

0 Respostas to “Uva”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Sob um céu de blues...

Categorias

Arquivos

@bschlatter

  • RT @Cecillia: A casa de Nathan, professor negro, foi avaliada em $ 472.000. Ele removeu indicios de negritude da casa, incluindo fotos de f… 38 minutes ago
  • RT @ronaldotrancoso: Trailer de MARTE UM, filme brasileiro elogiado no Festival de Sundance. É um dos favoritos para representar o país no… 1 hour ago
  • RT @MarinaMiyazaki: as instituições sem fins lucrativos tb entraram na ação contra o piso da enfermagem, alegando q pagar o piso contribui… 1 hour ago
  • RT @anarchopac: Anarchists didn't actually reject political struggle. They argued that social movements should reject bourgeois parliamenta… 2 hours ago
  • Mas hot takes de twitter etc. Etc. 2 hours ago

Estatísticas

  • 229.831 visitas

%d blogueiros gostam disto: