Uva

Nasceu presa, entre milhares de iguais; para onde quer que virasse havia apenas aquele sufocante mar de semelhança. Mal havia espaço para se mover, quando muito para ser diferente, e assim foi durante os primeiros meses de vida. Até que finalmente a libertam: uma mão salvadora a resgatou e levou-a, solta, até o seu lugar ao sol, onde poderia ser única e especial. E então, quando finalmente livre, secou.

Anúncios

0 Responses to “Uva”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Sob um céu de blues...

Categorias

Arquivos

@bschlatter

Estatísticas

  • 198,775 visitas

%d blogueiros gostam disto: